25 dezembro, 2009

...

Sem saber como se torna possível sentir saudade de algo que nunca teve.
Fechou os olhos e se entregou aos tremores de seu corpo magramente exausto.
Jamais ao fim,mas sempre mais a fundo daquilo que insiste em engoli-la.
‘para se caçar,tem-se que primeiro,entrar na mente da caça!’

16 comentários:

Fernanda disse...

Bia,feliz aqui por ver teus escritos,e saudade do que nunca se viveu é coisa que dói,chegar a machucar mais que uma ferida,o restante do texto imagino que foi algo mesmo ficiticio talvez mas pessoal né.

=*e feliz natal=)

Luan Fernando disse...

Profundo, mas deu parar entender a mensagem...

Feliz Natal!

Ps: Estava com saudade daqui!

Mayla disse...

Adorei seu blog e estou te seguindo.
reammente saudade do que nunca se viveu dói...
bjos
mah

Fe disse...

"Sem saber como se torna possível sentir saudade de algo que nunca teve."

Eu queria entender isso também...
mas não dá pra entender tudo né.

Arrasou no post =)
bjobjo.

Bami disse...

Super profundo, daqueles que tocam lá no fundo do coração! Lindo, lindo!
"Sem saber como se torna possível sentir saudade de algo que nunca teve."
Feliz Natal pra vc tbm!
Bjooss

Gu Paiva disse...

Meu, que lindo! *-*
E forte.

To seguindo.

Mayara disse...

aiin kii tudoooooooo...
ameeii... me lembroou alguma coiisa doos livros da serie *Crepusculo*
a primeiira frase é perfeitaaaaa...

"Sem saber como se torna possível sentir saudade de algo que nunca teve."

minha cara... se vc me permite pegareii para colocar no meu orkut :P

bjus ^^

Priscila Rôde disse...

Odeio a saudade! ;/

Diego Morais disse...

Muito legal.
Pra caçar, é preciso entrar na mente da caça.
Gostei.
:)

Sarah' disse...

Gostei bastante daqui, já estou na sua cola.
bjinhos'

patyemo disse...

Adorei muuito lindo apesar de tristinho.

bju :)

PS:vou seguir tá?/se quiser me segue tbm.

Satiko disse...

CAracaaa,mto bem escrito!!Adoreiii' já sou seguidora faz tempo,mas faz temppo que não aparecia por ak pra leer!
Mto legal!!;DD

Mαrih Menezes; disse...

Bia,
achei essa cena que você descreveu bem melancólica, me lembrou uma situação de um filme, mas enfim :]
Ah, adoreeeei voce ter aparecido no meu blog e reaparecido no seu *--*
Curto tanto as tuas postagens, e estranhei você desaparecer! Ainda haverá uma época de alegrias e pirilampos {SHAUSHAUSHAU' exagerei, confesso} em que nós duas postaremos como antes na mesma frequencia, e nos corresponderemos pelos blogs *O*
Boa sorte pro seu retorno, Bia.
Beeijos e queijos, minha velha am iga .__.
:*

Little dreamer disse...

Pedacinho meu!
vc some. Isso é um fato.
Abandona seu blog de vez em quando, mas quando reaparece, nos dar ao prazer de ler algo como isso aqui. Incrivel... incrivel!
Saudade desse seu cantinho! :$

Babih Xavier disse...

Quando nunca se teve e se sente saudade é coplicado, principalmente por naum saber saber o motivo dessa saudade...
feliz ano novoo ^^

Luana H. disse...

Teus textos tem andando tão profundos... Gosto mto disso!

Um ótimo 2010!

Beijão, flor.