30 novembro, 2009

Nas proximidades da hora da estrela,
Fecho os olhos e,atenção a esse revirar de entranhas eu dou.
Me esqueço de que pulmões carecem de ar,
E interrompo o fluxo de águas jorradas destes tão teimosos dutos lacrimais.
Sinto o formigar em que minha pele se encontrava logo após um toque seu,e logo me deparo com o paredão de realidade.
Colisão inevitável.
Juntas doloridas,carne fraca...
Uma alma enevoada que aos poucos se esfarela.
Se entrega ao vento.
Respira alma!. Alcance a escuridão azulada do tempo e
Depare-se com o prata glacial daquela que embeleza a noite dos apaixonados.
Oh,lua,guie a alma despedaçada.
Guie seus fragmentos.
Os espalhe,para que virem pontos luminosos que reluzem em corações solitários.
Solitários como este que mal sinto se mover .

P.S: Como sempre,o aviso classico de que o texto acima NÃO é baseada em fatos reais.[pelo menos não nos MEUS fatos reais.]. =]

22 comentários:

Little dreamer disse...

Bia linda voltando com tudo! UHUL!
sou suspeita pra comentar a qualquer coisa relacionada a você, mas isso ficou tao clean, tao simples, tao lindo!

Luan Fernando disse...

Se fosse baseado, você com toda a certeza estaria muito mal, ainda bem que não é, já que isso nunca será algo confortável de se sentir...

Bruna Bianconi disse...

Eu acho seus textos tão criativos, você sabe que sou sua fã né? hahaha
Beijos.

Antonio saramago disse...

E se fosse facto real, onde estava o problema!!!

patyemo disse...

Muuuuito fofo!!!
Sincero,sensivel,complexo e simples ao mesmo tempo.
Lindo.

Ps:Adorei essa parte.
"Me esqueço de que pulmões carecem de ar,
E interrompo o fluxo de águas jorradas destes tão teimosos dutos lacrimais".

Fernanda disse...

No teu texto fala de solidão e vc sabe que eu acho que quando a gente não gosta da solidão é por que é dificil convivermos com as varias pessoas dentro e nós.

lindo texto.

Bami disse...

Lindo! E mto triste tbm. Amei esse poema. Que bom que não é baseado nos seus fatos reais! :)
Bjooss

Andrea Carolino disse...

É... tive que dar uma pausa para poder respirar!

Como estão as coisas por aqui?

Bjos

Mαrih ♪ disse...

Bia, minha tão querida bloggeira,
eu estou voltando a blogosfera :D
Tava com saudades dos teus textos, e inclusive vejo que eles evoluiram bastante!
Quando leio teus textos sinto que estou lendo o texto não de uma adolescente, não de uma escritora, mas o texto de uma pura e verdadeira artista!
Adoro o modo como você descreve elementos da natureza e sentimentos. Isso me agrada muito.

E é isso. Agora pode apostar que retornarei aqui muitas vezes mais, sempre deixando minha simples opinião de bloggeira amiga.

Beijos e muito sucesso pra você !

Renato Hemesath disse...

Muito interessante a postagem. Observo que os teus textos são meigos e objetivos.
Super parabéns! :D

*Lusinha* disse...

Sua criatividade com as palavras é muito boa, você tem que continuar explorando isso. ;)
Bjitos!

Maria disse...

Nada é mais apaixonante do que a lua... só um apaixonado, com a lua...

Um beijo

Jéssica Trabuco disse...

Amei isso: Oh,lua,guie a alma despedaçada.

Mayana Carvalho disse...

estou toda derretidaa.. me iluminei vindo aqui!

Luh* disse...

Que fofo bia, mais issp acontece sempre e com muita gente.
beijos

Luana H. disse...

''Sinto o formigar em que minha pele se encontrava logo após um toque seu,e logo me deparo com o paredão de realidade.''
Completa tão lindamente a imagem.

^^

Beijo, flor.

Nanda disse...

Preciso nem dizer ne?
Lindooo Biaa!

como sempre... beijo ;*

Fe disse...

Muito lindo! Adorei o jeito que você escreveu... ;)

bjsbjs ;**

' Jαdє Amσrιm disse...

Ahhh... tava com saudades daqui e de seus textos! *-*
Ameei este, tão profundo! =D


Beeijos!

Mari disse...

Simples,lindo e meio baseada nos meus fatos reais ''/ blog lindo Biia
1beijo

- Thaís . disse...

Saudade daqui, Biax.

Rafael Castellar das Neves disse...

Muito bom...apesar do conteúdo pesado, mas muito bem expresso...