09 junho, 2010

""A ponto de se perder.""

De inicio,aqueles olhos que por via de regra,viviam distantes,acompanhando uma alma que vagueava por veredas escuras e calmas,pensando;se estranham ao ,talvez pela primeira vez,se localizarem na realidade,próximos do AQUI,do HOJE.
Quem sabe o ar escapoliu apenas por pura vontade de intensificar todo o momento de descoberta,ou talvez,ele também tenha se dado conta de que os pulmões sofreram com o baque.
A constante luta em cumprir a promessa de não mais se permitir desistir,de não mais se encontra no completo estado de farelos e mãos abanando,se torna difícil se a cada nova etapa o medo for se tornando notavelmente maior que tudo mais ao redor,e for me impedindo de continuar com a cabeça erguida,prestando atenção nas sempre presentes estrelas,fazendo planos e me convencendo de que tudo mais que vier logo a frente,de uma forma ou de outra,terá maleabilidade o suficiente pra se encaixar na minha caminhada.

Mas....
Se uma vez eu me convenci de que nunca mais ia me privar de SER; se uma vez prometi que não mais iria deixar as coisas desnecessárias me abalarem,deixar com que qualquer coisa menos do que ‘BEM’ me invadisse e me fizesse pensar e não mais ter o tal do direito de conquistar e de ser feliz,de realizar e de se completar... então por que sinto que meus braços fraquejam e que as rédeas só não escapuliram ainda,porque outros braços insistem em mantelas em minhas mãos?!

Se eu me vesti da moldura do inabalável,do forte,.. então por que eu sinto as estruturas tremendo a cada nova curva na estrada?!

Então os mesmos olhos,se fecham e no dia seguinte tentam,em desespero,buscar um pouco mais de coragem e tentam novamente se convencer de que sou capaz.
Coloco o sorriso no rosto e novamente me descubro feliz pra sempre[ ou pelo menos até o MEDO vir me assombrar novamente,acabando com toda a graça dessa brincadeira que todos nós vivemos.]

'Eu só queria parar de temer ,e começar a vivier'

14 comentários:

Bruna Bianconi disse...

Tava com saudades dos seus textos, você anda muito sumida bia, não gosto disso...hã

Arrasou como sempre né.
O final falou comigo, bem forte mesmo.

Beijos

Mikaele Tavares disse...

Gostei do texto! Mostra alguém bem triste, mas sabe que é preciso dar a volta por cima.
E, tudo na vida passa!

Beijoss

Rebeca Postigo disse...

Medo...
Sentimento que nunca nos abandona...
Entretanto...
Não podemos nos deixar dominar por ele...
Tomemos as rédeas...
Adorei o texto!!!
Estava com saudades daqui...

Bjs

reche disse...

Lindo texto...adorei....espero que sempre os meus bracos possam entorna-la deixando mais segura e feliz.....

Reche

Mariana Amorim disse...

É o que queremos sempre!Parar de temer e viver acredito que seja uma questão de escolha.
abraços

mente inconstante disse...

Fazia tempo que eu não vinha aqui. ADOREI o desenho do layout! Como sempre suas palavras LINDAS... :)

Mayara disse...

Passando so pra avisar que tem selinho para você no meu blog...
http://maywanderley.blogspot.com/

Bjus


May'Wanderley

Beautiful Stranger disse...

sempre existe o 'mas', sera que eu deveria lhe dar algum conselho? acho que nao, percebi nas entrelinhas que voce ja esta se re-descobrindo...



Beautiful Stranger
strangerbeautiful.blogspot.com

Brenda Alexine disse...

Me identifiquei bastante com seus textos.
Estou numa fase mais melancolica :*
Parabéns.

Brenda Alexine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Brenda Alexine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
- bia varanis ♥ disse...

Lindo isso .x

Carolinne disse...

Muito bom o texto!

É preciso dar a volta por cima! :)

Vanessa disse...

O medo só depende da gente, temos é que tomar corajem e seguir em frente pois é assim que que se faz a vida.