19 julho, 2009

O depois...

Foi como se as idéias se cansassem dos meus atos falhos e partissem.Sem aviso,sem recados,sem vestígios...
Um espaço que se somou com todas as lacunas que deixei pra preencher em outros tempos,e que agora me pesa,me atrasa.
Remorso. Um desejo de mudança,que não vigora,devido a falta de força de vontade.
Os sonhos,os planos..todos empilhados em um canto empoeirado do quarto frio que transformei em lar.

E se eu soubesse que dessa vez ia ser diferente,diria as mesmas palavras de sempre.
Organizaria as gavetas e correria atrás das palavras que se foram a tempos...
Mas é sempre assim..no final,a mesmice sempre volta .

8 comentários:

Aquela tal de brito disse...

sonhos nao realizados jogados no canto esperando só pra vc lembrar deles..
as vezes nos deixamos coisas importantes pra depois pq pensamos que temos muito tempo :X
ahhh se soubessemos realmente quanto tempo temos.
;*

Fernanda disse...

e se eu soubesse que dessa vez iria ser diferente...

Tava lendo teu texto e li e reli essa frase um monte de vezes...ela fala tanta coisa né...em todos os sentidos da vida..o que no mundo não seria mudado se soubessemos que certas coisas poderiam ser diferentes...as vezes pensar nisso dói..e como se a alma gritasse todas as vezes que pensamos nisso,ai voltamos pra mesmice...

Bia texto lindo lindo...



e Muuuuito obrigada pelo comentario no meu blog viu.Adorei ele ai passei aqui pra te agradecer...

Débora Andrade disse...

Por mais que a gente tente deixar de lado a rotina, a mesmice sempre volta, mas as raras vezes em que vivemos momentos novos, valem à pena.

Belo texto *-*

beeeijo, e obrigada por passar no meu :*

Marcela disse...

'no final,a mesmice sempre volta . '

Até que uma hora a gente se revolta contra essa maldita mesmice.Eu confesso que ainda não me revoltei o quanto deveria.

Abraços.

Luana H. disse...

E infelizmente nunca sabemos quando vai ser diferente.
E no fim, uma das poucas certezas. O tédio!

Maaas... otimismo sempre, né?

Grande beeeijo.

Luan Fernando disse...

Mesmo que a gente faça de tudo pra fugir da mesmice, ela sempre nos acha denovo, chega até parece impossível fugir dela.

Andrea disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andrea Carolino disse...

"Os sonhos,os planos..todos empilhados em um canto empoeirado do quarto frio que transformei em lar."

Estou passando exatamente por isso. E pior... não tenho mais disposição para mudar as coisas. Na verdade não enxergo saídas. Ou melhor, até as enxego mas não tenho meios para alcança-las. Sabe, Beatrix, às vezes é muito difícil andar sozinha. Nesse exato momento só queria alguém que me desse a mão e caminhasse ao meu lado, mesmo que por alguens instantes, até que eu encontrasse meu caminho.

E qto ao seu recado, sei exatamente o que é aquilo. Parece que as coisas só tem mais sabor e valor qdo estão na esfera do impossível, do difícil =/