31 janeiro, 2010

Em uma,já fadada ao fracasso,tentativa de me instalar no centro do estado pleno de conformismo,tento me convencer de que ,com um certo esforço,posso acumular palavras que expliquem o ‘como é’.
Dói. E já me adaptei tanto,que começo a crer que talvez a dor seja lá uma boa companhia.
Nas profundezas,sei os reais motivos que te fizeram ir,porem,esse oco me preenche,me consome,mas por pura maldade NÃO me engole de vez.
Uma tortura;da qual não sei como escapar.
Como de um sonho despertasse,tudo que de ti me fazia lembrar,desapareceu. Como se todo aquele tempo fosse irreal.
Mas algo,mais forte do que nossas decisões,nosso caminhos distantes,e esse estado de abandono,me diz que,eu preciso lembrar.
Lembrar o ‘como é’ ter aquela falta de ar e um coração a palpitar.

16 comentários:

Thayne Freitas disse...

a falta de ar o coraçaõ a palpitar,aiii é tão booom *-----*
o amor é verdadeiramente uma obra prima...

Rebeca Postigo disse...

Triste e lindo!!!

Bjs

Juliana Mendes disse...

:(

seu texto tem tudo a ver com meu momento, mas n perco a esperança pois, n importa se tá tudo mal ou bem, tudo sempre muda.. e hj eu li algo assim...!!!

esgote suas lagrimas
sinta sua tristeza
perceba sua angustia
e então lembre-se
desses braços
lhe esperando
e aproveite
seu sorriso


Sempre tem algo p lhe tirar de tudo isso, pense em coisas boas, e aproveite seu sorriso...
quanto menos pensar no que foi embora, mais rápido passa.. e como diria o grande Amarante o esforço p lembrar da tristeza é a vontade de esquecer.. e se tiver que durar o amor vai renascer bento das lágrimas que foram derramadas pra dps sorrir em paz, só de encontrar... aaaaHHHH...

^^

Gu Paiva disse...

A dor como sentimento é uma boa companhia. Sentimento é boa companhia. Mas, uma hora, satura. E aí o bicho pega. Texto lindo, limpo e claro. Gosto daqui! -rs;

Mαrih Menezes; disse...

O texto foi um pouco melancólico, mas como todos os outros, inteligente, poético e, principalmente, lindo. ♥
"Nas profundezas,sei os reais motivos que te fizeram ir,porem,esse oco me preenche,me consome,mas por pura maldade NÃO me engole de vez."
O modo como voce descreve essa dor constante e esse tormento foi muito original. Adorei essa parte.

Bia, você é genial ! Foi realmente uma benção eu ter conhecido o teu blog.

Beijos :*

Little dreamer disse...

Eu sinto e necessito dessa falta de ar... É como se só assim, eu pudesse me sentir completa. Pena q é com algo tao "ruim"

Luan Fernando disse...

Qual é o significado da existência sem o amor?
Como se pode acostumar-se com o abandono?
Precisamos de uma motivação que nos preencha e que nos faça respirar com cada gesto e olhar.

patyemo disse...

As vezes a gente tem tanto tempo a dor como nossa companheira que nem percebemos o quanto ela nos faz mal.

bju;)

Cíntia disse...

adorei seu blog.
belissimos textos :)

;*

Lua disse...

sem falar ainda da perna tremendo :)

Fernanda disse...

A gente pode sentir dor né,mas a gente acaba querendo sempre sentir aquela palpitação no coração.O coração é um orgão tão fragil,mas que resisti tanto,ele nunca guarda rancores,só quer viver=)

Mikaele Tavares disse...

Quantas coisas que ninguém entende do amor, sabe 'como é'.
Gostei do texte, apesar dele ser triste,mas são coisas do amor e da vida.

Ah, muito obrigada pelo elogio em meu blog.

Beijos

Nanda disse...

Tambem to querendo sentir o coraçao da pulos por alguem! =/

Sarah' disse...

simplesmente adoto o que tu escreve !

pequena disse...

Ai que lindo flor rss

Senti sua falta lá no Flores... e vi que vc comentou no meu blog de selinhos do Flores né?

Desculpa não ter retribuído logo tá flor, é que o meu blog principal é mesmo o www.floresnodeserto.blogspot.com e o outro eu não vejo sempre rssss

bjos gigantes amiga e boa noite pra vc!

Mayara disse...

as vezes a dor passa tanto tempo conosco que de uma certa forma nos acostumamos com ela... nos tornamos uma pessoa 'masoquista'
é como se aquela dor completasse algo q ta faltando...