13 janeiro, 2010

"Hug me,please"


Mais desesperador,do que ter que suportar e controlar,esse apertar na garganta,esperando que a noite induza cada um dos seres que te cercam,para a profunda inconsciência dos sonhos de uma noite bem dormida,é se ver do alto.
Como que se admirando em um quadro obscuro,mas intrigante.
É ter a certeza do silencio,e ai sim,desatar,aos poucos,os nós que a tristeza foi formando dentro de sim.
É agarrar o travesseiro,abafando os soluços contidos,e o apertando.
Aumentando o apertar,de acordo com o aumento desenfreado das lagrimas,a ponto de sentir teus braços darem a volta em si mesma,te consolando.
Teus olhos inchados,vêem.Teu coração apertado sabe.
Se antes ,no decorrer do dia,era apenas amargor,agora ,na madrugada calada,encontrar a companhia da solidão.
Teu choro,se guarda,para uma madrugada onde não sejam teus braços finos e fracos que te acalentem,e sim,braços mais fortes,que te recebam e amenizem de fato,quem sabe até finalizem,essa dor que carregas no peito.
E enquanto o abraço real não se materializa,se aconchega no travesseiro molhado e amassado de seus apertos,e dorme.

-

-

-

P.s: Não foi bem assim que eu imaginei ,mas... foi assim que ficou. =x

17 comentários:

Mαrih Menezes; disse...

Bia, esse definitivamente é um dos seus melhores textos.
Delicado, inteligente e extraordinariamente bem escrito.
A escolha das palavras foi deslumbrante, a ordem das palavras foi perfeita. Amei.
Juro que enxerguei a cena e consegui entender direitinho o que essa garota sentia. A companhia da solidão. Um travesseiro como consolo. Um quadro intrigante e obscuro.
Jogo de palavras maravilhoso.
Eu já falei que li esse texto quatro vezes?
Genial. Poético.

LINDO ♥

Aaah meu deus, a cada postagem que passa eu admiro mais isso aqui.

Beijos, Bia, e continue escrevendo assim :***

~ Gaa.h disse...

Lindo *--*

Mesmo não ficando da maneira como vc imaginou ele ficou muito bom.
Eu as vezes imagino cenas e crio textos na minha cabeça mas acabo esquecendo e acaba não saindo como eu espero. A solução seria andar com caneta e caderninho pra todo canto né. {RSRS'

Beijoos'
Amei aqui!

Fernanda disse...

Bia gosto tanto mais tanto daqui,seus textos são sinceros...o travesseiro é o nosso melhor psicologo né...e o quarto parece um abrigo,mas as lagrimas caem pra caber espaço para os sorrisos....
E dia 24 posto o teu texto no reciclagem,to repetindo aqui por qe mandei o email rapido por que meu irmão tava me enchendo o saco pra entrar no pc...[nesses momentos eu queria ser filha unica]

=*

Priscila Rôde disse...

Adoro seus textos,
esse em especial pela leveza!
Adoro textos cheios de sensações únicas.
Nos faz imaginar a cena, o sentimento...

Belo!

Rebeca Postigo disse...

Acho que todas as garotas querem ser consoladas por alguém que lhe dê segurança...
Mas a vida nos ensinou a nos consolarmos sozinhas e acredito que isso é a grande diferença em nós...
Amei seu texto, mesmo que não tenha saído como você imaginou, ficou muito bom!!!

Bjs

Bami disse...

Tem noites que precisamos de um abraço real, mas nosso único companheiro é o travesseiro.
Se não saiu como vc queria, imagine se saísse! Ficou muito bom!
Bjooss

James Pimentel disse...

A maneira que o texto foi construido é massa! Só revisa ele ok, tem algumas palavras erradas! beijos

patyemo disse...

Mesmo ñ tendo ficado como vc imaginou ficou lindo!!!
Adorei.

bju~*~

Lucas Lima disse...

poxa vida, o abraço diz tanto mesmo, que difícil até por em letras...
bons dias

Sarah' disse...

o que mais precisamos na maioria dos casos é de um carinho, um abraço, um afago, alguem que segure nossa mão. pois somos sempre dependentes de alguem e de algo!

imaginar tambem é bom demaais :)

Fe disse...

E ficou lindo!
As vezes tudo que a gente precisa é de um abraço né?... eu amo abraços. heheh

bjobjo ;**

Little dreamer disse...

Me abraça, por favor! =X

Mayla disse...

Ficou lindo!Seus textos são sempre sinceros e encantadores:}
bjos
mah

Maria Luisa disse...

Um ótimo texto, de verdade, parabens!
Se der dá uma passadinha no meu blog http://dreams-sweetdreams.blogspot.com/

bjos

Marie disse...

Todos precisamos de um abaço. Sempre...

Luana H. disse...

Ahh, e eu me sinto taanto assim. A falta do abraço dói.

Tem post novo lá no Sina!


Beijão.

ERICK MOURA disse...

e ficou bom viu.
adorei o texto sua menina.
ja tinha passado aqui no seu blog,
mas nunca tinha parado pra ser seguidor.
agora sim to virando um. :D

bj

ERICK MOURA