05 setembro, 2010

Para ele... o meu amor incondicional.

Se ao menos eu pudesse te deixar entrar,
Ver alem da massa cinzenta que me cerca,e dos músculos cansados que me preenchem.
Se eu pudesse te explicar,
O que essas manchas em minha alma ,de fato são,
Talvez teus olhos me dessem a certeza que eu já conheço mas exijo ouvir todos os dias.
Talvez teu peito se acalmasse,com a verdade,então exposta.
Eu queria um forma menos repetitiva e menos clichê de dizer que te amo .
De te fazer entender o quão grande esse sentimento é.
Queria pode moldar as palavras e te contar,sem rodeios,
O como meu peito se contrai,quase me privando do ar,todas as vezes que meus olhos repousam em ti.


[...]


> continua,mas só ele sabe do resto.!

4 comentários:

Fernanda disse...

Bia que texto lindo,quantas doçura..acho que as palavras saem assim quando se ama.Felicidades=)

Rebeca Postigo disse...

Já disse que seus textos têm uma dose de doçura incrível???
Se não...
Agora você já sabe...
Amei!!!
Saudades de passar por aqui...

Bjs

reche disse...

Eu tb AMei...e a continuacao é perfeita, assim como vc e o Amor que sinto por ti

TE AMO PARA O SEMPRE

Luara Q. disse...

O amor é tudo.