07 fevereiro, 2009

Desespero.

Nó na garganta.
O embolar dos sentimentos que te impede de falar.
Faz faltar o ar.
A sensação de que o coração não cansa de explodir,se contrair,me faz enlouquecer.
Ansiedade.Desejo de estabelecer regras,de adquirir controle.
Mãos frias que tremem mas insistem em escrever.
Os giros,a turvidez da visão.
Sem lugar para se apoiar,sem ter para onde fugir.
Da janela,as gotas de chuva.
Grite que eu vou,já não tenho medo.
Estou de peio aberto.Faça passar essa dor.
Arranque de mim o veneno e substitua por mais amor.
Termine com o desespero,de fim no calor.
Suspiros. O sinal de que já não devo mais chorar.
O hálito fresco,os lábios firmes.
Já consigo voltar a respirar.
Não partamos sem antes apagar o quase inicio do final.

11 comentários:

Fernanda disse...

ha...esse desespero
as vezes acho que ele é tão agoniante que é capaz de nos matar...odeio essas sensações.

LUAN_FERNANDO_ disse...

legal, o desespero costuma ter sei lado bom também, as vezes ele nos ajuda a fazer algo, que talvez nunca iriamos ter.
Beijo!

Fe disse...

adorei teu blog! serio mesmo, me identifiquei em muitos textos que tu escreve...
c quiser passa lá no meu blog tbm..
bjoo

Brisa disse...

Lindo texto!!
Parabéns pelas belas palavras...

TEm horas que o desespero bate e não sabemos o que fazer. Uma agonia no coração, um suor nas mãos e um que sem pra que, ou para onde aperta!!
Odeio essas sensações....

Beijoooos

J. F.r.a.n.c.o! disse...

Ahh, esse sentimento de desespero é horrivel, voce se sente agoniada! Sei como é, vivo isso na pele!

ameei o post! =D

E que bom que gostou do poema.

BeijOs!

CaroolMota . disse...

seu blog é lindo, ameei, passa la no meu?
beijos

Gerlaine disse...

Quando o desespero bate à nossa porta tudo parece desmoronar aos poucos, temos que ser capazes de refazer nossas forças para poder seguir em frente...

Andréia disse...

o desespero é o tido de visita folgada que chega chegando e nem vassoura atrás da porta faz esse maldito ir embora

moça.. amei esse post! parabéns!

Leo M. disse...

sinceramente,não sei como começar esse comentário.. pq seu texto me deixou sem palavras,pois ele mostra a pura realidade em algumas pessoas..
não me canso de escrever que adoro seus textos! :*

Bárbara M.P. disse...

Bom te ler, menina.

jessicadeverdade disse...

Desespedamente digo que nao canso de te ler...
te mais