16 março, 2009

"Jake.."

Eu me sinto péssima por fazer isso.Mas é uma espécie de compulsão.
Eu transfiro pra ele tudo o que me atormenta,eu dou espaço,faço graça,deixo que as coisas se confundam,e quando já parece ser tarde,eu fecho a janela,bato as portas e digo adeus.
Sei que é errado,mas não posso parar.
Ele me faz esquecer das feridas,ou...me lembra que eu preciso parar de me movimentar e olhar para trás e ver se eu resolvi tudo o que estava bagunçado,se eu me curei das magoas,se tapei os buracos.
É tão fácil mentir ou ser sincera com ele.
Eu me sinto péssima,porque nada nele vai me fazer mudar,ou me fazer sentir o mesmo que ele.
Eu deposito nele as expectativas e ele,com uma vã esperança de que eu fique,me dá espaço,abre os braços e me deixa ficar escondida.
É tão seguro,tão quente.
Como eu queria que ele fosse o que eu procuro e não o que eu evito.
Desculpe,”Jake”.

2 comentários:

Annah. disse...

oioi, eu realmente achei ridiculo, algumas pessoas maltratarem os animais por diversao, por um esporte.
realmente eu nao apoio.
adorei o seu blog. e vou aconpanhar
passa la do meu, e se gostar aconpanha tambem?

beijos

olha o meu blog: http://annah528.blogspot.com/

Luan Fernando disse...

Dúvidas, é terrivel ter isso num relacionamento, isso acaba atrapalhando tudo. Não sabe o que é melhor pra gente, é a pior coisa do mundo.

Beeijo