12 março, 2009

No palco,a cortina subindo....

Todos tem suas mascaras,até os mais politicamente corretos e sinceramente confiáveis.
Não é questão de falsidade ou enganação,é pura questão de preservação,proteção.
Eu sempre me sai bem nos papeis de vilã, nas peça de escola e de festas familiares.
Admito,sou boa em libertar meus demônios internos/pessoais.
Não se engane,também sei fazer o papel da donzela,mas...É que não suporto a demora do Romeu para chegar na sacada,não agüento esperar “indefesa” o príncipe matar o dragão.
Eu sempre acabo esquecendo que só posso chorar,e acabo revidando os chutes e mal- dizeres que a vilã me direciona.
Ninguém é perfeito,então..por quê eu tinha que ser?
Respiro fundo,visto minha mascara e espero.
As cortinas sobem.
Todas as falas estão muito bem decoradas para o espetáculo.
É nessa hora que eu me transformo e me desligo de tudo que tanto me atormenta.
Uma boa peça para os que assistem,é o só o que eu posso desejar.

12 comentários:

Fernanda disse...

sabe que odeio peças...tento fugir sempre das cenas,procuro evita-las,por saber que errarei as palavras...que vão se perdendo perdendo,e quando vejo,lá estão elas,na dança dos erros...
isso tem acontecido comigo,um furação dentro de mim,aliás um vulcão,que a qualquer momento pode explodir,é ruim,dói,arde,mas como dizem tudo tem seu lado positivo e bom disso tudo é que consigo a inspiração que preciso pra escrever[por enquanto]

Luan Fernando disse...

Nossa vida realmente é uma verdadeira peça de teatro, alguns fazem papeis ruins, e outros fazem papeis de coitados, entre outros papeis, é todo mundo tem seu papel, mas alguns seguem roteiros que não foi feitos pra eles. Ou seja, começa a se uma coisa que não é, e enganando todos ao seu redor.

Beeijo

Ps: Gosto sim de livros e ando de onibus.. ^^

Aquela tal de brito disse...

Não só no palco que muitas pessoas tem mascaras ;~
e sim vc me parece ser uma otima atriz preferindo o desafio de ser má do que a boazinha que só faz chorar.
beeeijos;*

paula barros disse...

Lendo você me lembrei que sempre fiz melhor o papel de vilã. A vida vai ensinando, dizem, e sigo me atropelando com dificuldades de aprendizagem.
Chegou o carnaval tirei as máscaras, passou o carnaval botei algumas. E a vida passa cantando. E enquanto seu lobo não vem. Na minha idade já não espero o Romeu.
E estou ensaiando para fazer um dia o papel de mocinha...se o espetáculo não terminar, antes que eu decore as falas e aprenda a sorrir.

Ai, nunca vim aqui e me deixei escrever. rsrs

beijo

Fe disse...

tem mais um selo pra ti no meu blog!!

bjaooo

Andréia disse...

em certas horas as mascaras são hiper bem-vindas...

gostei da forma que abordou o assunto.

beijos

Petit papillon disse...

As vezes, é necessário fingir.. fingir que não tem medo quando tem... as vezes é preciso fingir que é triste quando se é triste! As mascaras, são nossa proteção, como você mesmo disse, mas existem aqueles que as usam para o mal, que fingem que são bons quando não são. Quando a mentira é muito grande, é mais fácil de se cair nela.. e é por isso que devemos temer aqueles que são bons de mais.

A como eu queria ter o dom ta escrita, o dom que comunica.. um dom tão sábio e rico! mas eu continuarei tentando.. escrevendo e passando adiante aquilo que penso, aquilo que encontro e me interesso. Dá uma passadinha lá no meu blog! me da uma força!
beijão!
Petit ;)

Gabriel Leite disse...

É a mulher moderna... Vocês não sonham em ser princesas e esperar o príncipe encantado, mas em ser vilãs e conquistar o amor custe o que custar. E lógico que é bem mais interessante.

Há quase um ano atrás, escrevi no meu blog sobre isso: o fascínio que as vilãs exercem. Acho que você vai gostar.

http://frenesibr.blogspot.com/2008/04/minha-queda-pelo-mal.html

Sofih disse...

Eu sou uma ótima intérprete. Isso às vezes atrapalha, confio demais em mim mesma, e acaba iludindo.
Eu também tô precisando que o Romeu apareça, ali, na minha frente...
Beijooos

disse...

As cortinas sobem e todos colocam as máscaras e começam o espetaculo... mas o que a plateia não vê, aquilo que acontecem quando as cortinas descem, isso sim tem valor...

' Jαdє Amσrιm disse...

Como disse Xico Chavier:

"A vida é como uma pessa de Teatro, portando você tem que gritar, sorrir e chorar, antes que as cortinas se fechem e você não tenha aproveitado"


Ou algo desse tipo!
Amooure, tem selinhos para você no blog viu? =)


http://jgossipgirl.blogspot.com/2009/03/sexta-13-selos.html


Beijos!

C r i s t a l disse...

Adorei o post!!
E sou como você sei fazer o papel de vilã e de dnzela, mas não consigo esperar muito pelo herói!!!
AS donzelas de hj mudaram neh???