21 março, 2008

Mais um história.

Alguns ruidos vindos do corredor,por uma minuscula fresta da janela,um filete de luz que lhe pertubava os olhos....No corpo,a mesma roupa suada do dia anterior.
Entre os lençois fotos e lembranças se misturavam com as confidencias feitas entre lágrimas.
Quando levanta,sente uma certa tontura e resolve,enquanto se apoia nos móveis,tentar lembrar o que fez,que lhe causa hoje,tanta dor de cabeça e mau estar.
Pisa em algus cacos de vidros,que acredita ser uma das onze garrafas que faltam em seus armario de bebidas.
Recolhe,pela casa,as taças e garrafas que foram ,por alguma razão,espalhadas pelos cantos da sala e do quarto.
No corredor,repara que precisa ir logo fazer um curativo no pé.
Ao se olhar no espelho,vê mais do que algumas rugas,olheiras,olhos vermelhos e inchados,maquiagem borrada e acbelo bagunçado.
Vê algo que não se orgulha mais,algo que não lembra que se tornou.
Abri o armario,e se dá conta que á muito já estava chorando.
Seu primeiro impulso é erguer a mão segamente,já sabe de cor a disposição dos remedios.
Sua mãos tremem,e toda a bagunça exterior parece inotavel,perante o fato que já não se reconhece mais.
" quem é você,hein?? por que está no meu espelho??? RESPONDE!!!!!!!"
O frasco quebra o espelho,e rechicoteia em seus rosto.Não que não doa,mas o que sente internamente é bem mais procupante.
A campainha toca.Não faz questão de atender.
Então os socos furiosos a fazem exitar ainda mais.
" Grazi,abre ,só queremos te ajudar!!!"
A agonia,o desespero,tudo se multiplica,mas a vontade de vencer,essa a solidão de seus atos trata logo de espulsar da sua mente.
Uma mente morbida é mais facil de ser influenciada.
" Por favor Grazi..Abre a porta"
Lá fora as lagrimas se misturam com procupação e amor á ela.
Dá porta para dentro,as lagrimas tem outro significado:
DOR,MEDO,INSATISFAÇÃO..SOLIDÃO!!!!
Tudo perdeu o significado ,perante a ausencia daqulio que partira.
Arrombaram a porta,e uma frase de espanto foi solta ao ar.
Passos firmes em sua direção.
" ah meu Deus,Grazi,o que está acontecendo??"
Nada conseguie dizer,apenas se atira por fraqueza e tristeza em seus braços e desanda a chorar ainda mais.
Com muito esforço consegue,antes de desmair,dizer:
"..Me ajuda... Por favor..."

[continua ]

3 comentários:

Joana disse...

o desespero cega e mata muito mais do que se pode imaginar.

Joana

Alécio disse...

poxa, gostei.
continua no próximo post ne?
quero saber o q acontece.
xD

Bruna Bo disse...

Eu me transporto pra história quando leio seus textos, é fato.