03 novembro, 2008

Amor?

Por tantas vezes eu tentei alcançar o ápice do saber,parecer superior,e colocar metodicamente as palavras,respeitando regras,pedidos,lógica e todo o universo literal,tentado convencer a todos que SIM,falar do amor era algo que não me causaria problemas.(mesmo eu nunca tendo em meu histórico,um alguém que eu já AMEI de verdade.Foram todos paixonites adolescentes,encantos temporários,dramas de época.NUNCA AMOR.).
Mas,quando olho para trás,quando tento me lembrar de todas essas mentiras que preguei,de todas as vezes que caminhei até aqui e descrevi olhares brilhantes e profundos ,que tentei convencer a todos que tudo isso era real,que havia acontecido,que estava acontecendo,me sinto mal,pois nunca passaram de sonhos.
Uma idealização deste tal de amor,que até o agora,eu não posso dar uma certeza,uma palavra concreta,se esta ou não correta.
São coisas,palavras,momentos,memórias forjadas,que eu criei,que eu acreditei,que eu desejei,e que eu associei a este sentimento tão complexo,tão misterioso.
E em meio a todas essas incertezas que me trazem certezas,em meio a todas as ilusões das inúmeras desilusões,eu ouvi e vi coisas que podiam me forçar a desacreditar,que podiam me desencaminhar a esquecer de vez essa historia de felizes para sempre.Mas não.Eu continua aqui,continuo quebrando a cabeça,estralando os dedos,batucando o lápis na mesa,procurando algo que faça sentido.
Sinto muito,hoje,a única coisa que encontrei ,a única conclusão que em minha mente se formou dói: O amor não é inatingível,é apenas ilegível aos olhos de quem o procura nas ruas erradas.
Tenho fé,que um dia eu vou achar A rua certa.E só.

2 comentários:

Aquela tal de brito disse...

aiii
nossa simplismente amei
"O amor não é inatingível,é apenas ilegível aos olhos de quem o procura nas ruas erradas.
Tenho fé,que um dia eu vou achar A rua certa.E só."
Tambem aind anão entrei na rua certa, mas tenho fé que um dia vou achar ;)

beijs;*

Bruna Bianconi disse...

tem memê pra você no meu blog :D